• Dapnhe Lavoie, Elaine Ladeira e Thais Boulanger

Xilogravura na produção poética imagética


Durante o 4º bimestre, os alunos do terceiro ano foram apresentados à xulogravura, técnica em que se entalha na madeira, com ajuda de um instrumento cortante, a figura ou forma (matriz) que se pretende imprimir. Essa atividade teve diversos desdobramentos: imersão na cultura nordestina e na pesquisa de animais da nossa fauna brasileira.

Na Cultura nordestina e o movimento armorial.

Os alunos das unidades Freguesia, Tijuca, Recrei e Metropolitano, imergiram no mundo da literatura de cordel. Conheceram os cordéis, a técnica de impressão em xilogravura e desafiaram-se a criar rimas. Por fim, criaram e Ilustraram a capa do próprio cordel.

O desafio aceito e assim toda a imaginação e criatividade foram transportadas para a matriz de isopor que serviu como um carimbo para a impressão das gravuras. A inspiração através dos elementos isogravura, técnica contemporânea de impressão inspirada na xilogravura, auxiliaram no entendimento do processo de criação dos livros de cordéis.

Na Unidade Rio2, tiveram a oportunidade de explorar o uso da técnica em diálogo com o projeto Amazônia, quando puderam pesquisar os animais da nossa fauna brasileira

#4ºBimestre #fundamentalI #xilogravura

0 visualização
Deixe sua
mensagem

© 2017. Todos os direitos são reservados

Concepção e criação do projeto  Janaína Russeff

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now