Dia da Cultura: partilha de saberes artísticos-pedagógicos

"O Dia da Cultura é a oportunidade de cada unidade expor a pais e familiares os projetos desenvolvidos durante o ano. Trata-se de uma grande mobilização cultural de alunos, docentes e instituição". Orientados por professores , os alunos partilham os processos e produtos artísticos que foram desenvolvidos, de maneira colaborativa, durante as aulas de Artes Visuais, Design, Música e Teatro. Entendemos que esse é um momento de convidar os responsáveis a experienciar arte de maneira participativa e de engajar nossos alunos nesse processo. Tendo em vista a importância da formação de um espectador sensível-crítico-reflexivo, capaz de ler e interpretar os signos e códigos da comunicação e de inte

Xilogravura na produção poética imagética

Durante o 4º bimestre, os alunos do terceiro ano foram apresentados à xulogravura, técnica em que se entalha na madeira, com ajuda de um instrumento cortante, a figura ou forma (matriz) que se pretende imprimir. Essa atividade teve diversos desdobramentos: imersão na cultura nordestina e na pesquisa de animais da nossa fauna brasileira. Na Cultura nordestina e o movimento armorial. Os alunos das unidades Freguesia, Tijuca, Recrei e Metropolitano, imergiram no mundo da literatura de cordel. Conheceram os cordéis, a técnica de impressão em xilogravura e desafiaram-se a criar rimas. Por fim, criaram e Ilustraram a capa do próprio cordel. O desafio aceito e assim toda a imaginação e criativida

Texto sobre logomarca e embalagens

Os alunos do 9o ano, do Colégio QI, nas aulas de Design criaram logomarcas e desenvolveram embalagens para esses produtos a partir da compreensão do processo de criação do design e suas diferentes etapas. Eles aplicaram os conceitos de design, tipologia, cor e formas nas logomarcas. Pesquisaram sobre identidades visuais e sobre a aplicação nas embalagens. #4ºBimestre #logomarca #tipologia #Fundamental2

Imersão sonora e produção imagética: diálogos entre linguagens artísticas

Objetivo: Propiciar uma experiência artístico-musical por meio da apreciação sonora e desenvolver, por meio dessa imersão, uma produção imagética no campo das visualidades. Dialogar com outras linguagens, enriquecendo a experiência artística dos educandos e dos educadores musicais. Os alunos apreciaram os sons da floresta, incluindo o áudio gravado da própria turma, resultado da prática da paisagem sonora feita em aula anterior, e refletindo sobre esses sons foram indagados: "se esse som fosse um desenho, como ele seria?" Após a indagação foram convidados a realizar uma produção visual imagética. Nesse breve diálogo com as visualidades, nos inspiramos no legado de Wassily Kandinsky, artis

Deixe sua
mensagem

© 2017. Todos os direitos são reservados

Concepção e criação do projeto  Janaína Russeff

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now